Saiba quando é necessária a manutenção de cilindros, válvulas e outros equipamentos de combate a incêndio

09 mar

Assim como todos os equipamentos que usamos no dia a dia, os sistemas de combate a incêndio também pedem reparo e manutenção. Cada equipamento precisa de cuidado e atenção, seguindo a periodicidade estipulada em todas as etapas e também normas da ABNT para serem mantidas qualidade técnica e segurança.

O sistema de incêndio garante controle e proteção e, por isso, deve estar sempre em ordem e pronto para salvar equipamentos, ambientes e até mesmo vidas. As manutenções sazonais devem ter uma rotina estabilizada, tendo como objetivo ideal para três em três meses, de acordo com o item 10.6 da norma ABNT NBR 17240. Elas são responsáveis por minimizar riscos, dar continuidade em produções e diminuir os riscos de que os incidentes virem algo maior.

Para isso, empresas especializadas devem ser acionadas, pois são de alta responsabilidade e exigem muitos cuidados. Eles são treinados para encontrar problemas neste sistema e para fazer os testes. Eles devem ser feitos em funcionamento, com diagnósticos, calibragem, regulagem e limpeza de todos os equipamentos que formam o sistema.

Nos principais problemas que podem ser detectados em inspeções de manutenção e revisão, destacam-se os de inoperação. As válvulas de controle dos sistemas de sprinklers e hidrantes, as bombas de incêndio e os alarmes podem não funcionar, por exemplo.

Manutenção de equipamentos importantes para o combate ao incêndio

As manutenções em sistemas de incêndio são obrigatórias e, por isso, todos os equipamentos devem estar funcionando em perfeito uso. Como não são usados frequentemente, as empresas deixam os reparos de lado, mas é necessário que sejam feitos seguindo algumas regras:

Extintores:

A manutenção e recarga de extintores devem ser feitas por alguém que tenha credenciamento no INMETRO. Os reparos mais comuns são os seguintes: limpeza e desobstrução de tubulação e conexões; pintura na cor vermelha do lado externo; manutenção e limpeza de registro e válvulas de calçada.

Outros equipamentos:

A manutenção e troca também devem ser feitas em equipamentos como alarmes, iluminação de emergência, portas corta fogo, hidrantes, sprinklers, cortinas de água, etc. É de responsabilidade da equipe técnica avaliar a necessidade de troca ou manutenção destes equipamentos e também indicar em relatório todos os problemas encontrados na vistoria.

Se você procura por equipamentos de combate e proteção a incêndio para fazer reparos e manutenções na sua empresa, a Gifel pode ajudar. Com o apoio de profissionais especialistas no assunto, as escolhas para você são feitas de acordo com as suas necessidades, com orientação e instalação dos sistemas de prevenção de incêndios e ação em caso de problemas com fogo. Tire suas dúvidas entrando em contato conosco!

Curta essa página

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *