Formas de facilitar a vida do seu cliente no combate a incêndio

01 out

Condomínios, empresas, órgãos públicos e outros locais que recebem visitantes precisam estar atentos ao combate a incêndios. Para isso, é necessário investir em equipamentos adequados, além de sinalizar para que as pessoas os encontrem e também saibam qual a melhor rota de fuga.

Se esses itens básicos de segurança fossem sempre tomados, provavelmente casos de tragédias como a da Boate Kiss, que matou mais de 200 pessoas e feriu quase 700, poderiam ter sido evitadas ou pelo menos diminuídas.

Saiba que esse tipo de problema não acontece apenas no Brasil. Países considerados de primeiro mundo, como os Estados Unidos, também são endereços de tragédias envolvendo incêndios. Um deles é o recente caso de Chicago, que matou seis crianças e deixou diversos feridos.

Para evitar situações como essa é preciso investir e adequar o ambiente. Veja dicas.

Combate a incêndio: importância dos extintores, mangueiras e hidrantes

Os extintores devem ser recarregados uma vez por ano, passar por manutenção preventiva e ter a certificação do INMETRO. Em locais maiores, como condomínios, se faz necessária a presença de hidrante.

Ele deve esta sempre com mangueira, adaptador, chave e esguicho em dia e também ser checados a cada doze meses.

Porta corta-fogo

Em empresas e condomínios, as portas corta-fogo podem evitar grandes tragédias. Elas permitem que as pessoas desocupem o local em caso de incêndios. Por isso, devem estar sempre bem sinalizadas e desobstruídas

Alarme contra incêndio e sprinklers

Outro item que merece atenção é o alarme contra incêndio. Ele serve para alertar as pessoas e moradores de que algo não está bem, para que elas desocupem o imóvel o quanto antes, em segurança.

Escadas

Em caso de incêndios em prédios, as escadas tornam-se a principal rota de fuga da pessoas. Assim, precisam estar sempre desobstruídas e sinalizada, para que sejam facilmente encontradas.

Sinalização

Todos os locais, sendo grandes edifícios ou não, precisam estar sinalizados. Deve ser fácil encontrar extintores, por exemplo.

As rotas de fugas devem ser sinalizadas com cartazes fotoluminescentes e todos os andares devem ter  placas mostrando o número e indicando a saída.

O mesmo vale para a localização de hidrantes, extintores e alarme, que devem ser sinalizadas e destacadas. Outro ponto importante é colocar um alerta para que as pessoas não usem os elevadores em caso de incêndio. O ideal é que ele seja automaticamente inutilizável sempre que o alarme de incêndios for ativado.

A Gifel conta com os mais variados produtos de combate à incêndio, para que você possa garantir a segurança de todos. Esperamos por você!

 

Curta essa página

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *