Breve descritivo do Sinistro em um tanque de óleo diesel da REPLAN da Refinaria da PETROBRÁS em Paulínia/SP

25 mar
Categorias: Notícias

Na madrugada do dia 08 de janeiro de 1993 um raio atingiu uma emanação de gás num respiro na tampa de um dos tanques de óleo diesel da REPLAN, Refinaria da Petrobrás em Paulínia no estado de São Paulo. Deste incidente decorreu um dos maiores incêndios já registrados em instalações semelhantes no Brasil.

A GIFEL se sente orgulhosa de ter podido contribuir na extinção das chamas provenientes da queima do óleo diesel e ter com isto colaborado na preservação do meio ambiente com a redução dos produtos de queima, assim como na economia de combustível e recuperação acelerada do tanque de armazenamento que foi atingido pelo sinistro.

Breve descritivo do Sinistro  em um tanque de óleo diesel da REPLAN  da Refinaria da PETROBRÁS em Paulínia/SP Breve descritivo do Sinistro  em um tanque de óleo diesel da REPLAN  da Refinaria da PETROBRÁS em Paulínia/SP

Aquela foi a primeira vez na PETROBRÁS que um tanque daquelas dimensões teve um sinistro extinto sem que tenha sido por queima total ou por ausência de combustível.

Breve descritivo do Sinistro  em um tanque de óleo diesel da REPLAN  da Refinaria da PETROBRÁS em Paulínia/SP Breve descritivo do Sinistro  em um tanque de óleo diesel da REPLAN  da Refinaria da PETROBRÁS em Paulínia/SP

O desenvolvimento iniciado pela GIFEL em 1990 de seu bico lançador do tipo NÃO AERADO, destinado ao melhor aproveitamento das modernas espumas sintéticas, evitando a sua excessiva expansão, e conseqüentemente colaborando com o seu maior alcance foi de grande importância neste evento.

O desenvolvimento iniciado pela GIFEL em 1990 de seu bico lançador do tipo NÃO AERADO, destinado ao melhor aproveitamento das modernas espumas sintéticas, evitando a sua excessiva expansão, e conseqüentemente colaborando com o seu maior alcance foi de grande importância neste evento. O desenvolvimento iniciado pela GIFEL em 1990 de seu bico lançador do tipo NÃO AERADO, destinado ao melhor aproveitamento das modernas espumas sintéticas, evitando a sua excessiva expansão, e conseqüentemente colaborando com o seu maior alcance foi de grande importância neste evento.

O êxito desta missão vem coroar o trabalho de toda um equipe de técnicos, engenheiros, e pessoal de segurança, que acreditaram e depositaram a sua confiança no trabalho da GIFEL ao longo dos anos.

Breve descritivo do Sinistro  em um tanque de óleo diesel da REPLAN  da Refinaria da PETROBRÁS em Paulínia/SP Breve descritivo do Sinistro  em um tanque de óleo diesel da REPLAN  da Refinaria da PETROBRÁS em Paulínia/SP

Segue-se um vídeo com 27 minutos de duração detalhando todas as etapas deste sinistro até a sua extinção.Este vídeo foi preparado, na época, pela própria Petrobrás como relatório de ocorrência interno e está sendo divulgado aqui para fins didáticos; visto que a GIFEL Engenharia de Incêndios colaborou na extinção do fogo.

ANÁLISE DO RISCO:

Diâmetro do Tanque: 46 metros (maior que a largura mínima de um campo de futebol que é de 45 metros) Altura do tanque: 11 metros (equivalente a um prédio de 3 andares)
Conteúdo – Combustível: óleo diesel refinado
Área Superficial: 1661.9064 m2

EQUIPAMENTO UTILIZADO:

Os equipamentos abaixo foram usados na extinção propriamente dita, à exceção dos utilizados no resfriamento, e representam os canhões efetivamente aplicados, assim como seus caminhões de abastecimento:
Canhão água espuma tipo SW 16-24; 2 unidades
Canhão água espuma tipo Hydro Foam HF 500: 2 Unidades
Canhão água espuma tipo GFM 200 2000 lpm: 1 unidade
Canhão água espuma tipo Big Body LW 700: 1 unidade
Canhão água espuma tipo Big Body LW 1000: 1 unidade
Caminhão Autobomba Tanque, capacidade 1500 gpm: 4 unidades

COMENTÁRIOS:

0 primeiro ataque não contou com a ajuda da direção do vento, tornando insatisfatórios o alcance a conseqüente abordagem ao tanque.
Na segunda tentativa, os canhões se encontravam alinhados no interior do dique de contenção a seguiam a tática traçada originalmente, ou seja, os canhões de maior volume seriam utilizados para a entrada e formação do tapete inicial, cabeça de ponte, para que o conteúdo dos demais canhões pudesse ser distribuído afim de se obter a densidade adequada de solução água e extrato.

O sucesso da operação só pôde ser constatado após 25 minutos de aplicação contínua, pelo fato de, a nosso ver, as bombas de deslocamento positivo de extrato de espuma não estarem dosando de uma forma correta, pois as mesmas trabalharam a uma pressão superior em 2 bar da pressão da bomba de abastecimento de água. Estando as bombas principais operando a pressões de 14 a 15 bar, certamente as válvulas de retorno das bombas de dosagem estavam em operação, retomando o excedente ao tanque de extrato

Pela ausência da correta proporção, passamos a introduzir extrato de espuma diretamente nos monitores, enriquecendo se assim a mistura final e acelerando a extinção do incêndio, mantendo-se a taxa média de aplicação.

As chamas que já haviam se abalado neste período, finalmente se arrefeceram a partir dos 35 minutos a foram extintas totalmente, nos 40 minutos subseqüentes.

RECOMENDAÇÕES:

As conclusões a que podemos chegar ficam abaixo relacionadas:

a. Obter os dados técnicos do risco em questão a analisá lo à luz da norma,

b, Quantificar os equipamentos disponíveis E compatibilizá los de acordo com os resultados da análise técnica .

c. Contar com possíveis margens de segurança, lembrando que alterações de rumo durante a extinção, não são recomendáveis.

d. Persistência e dedicação quando todos os itens anteriores forem atendidos.

e. Treinar constantemente com o equipamento afim de se familiarizar com o seu comportamento quando em operação a de suas potencialidades.

CONCLUSÃO:

De posse dos fatos ocorridos, passamos abaixo a discorrer sobre os tópicos que por deverem ter sido realçados foram nota de informações veiculadas através da imprensa escrita, falada a televisiva.
a. Não foi detectada pelo CETESB nenhuma contaminação nos lençóis de abastecimento de água que suprem as cidades vizinhas ao risco. É permanente o aviso, por parte dos fabricantes, que a espuma sintética do tipo Filme Formador é Biodegradável, não sendo prejudicial ao meio ambiente.

b. Os valores obtidos segundo as recomendações normativas são decorrentes de testes de laboratórios a experiências em campo, provando a sua eficácia como base da estratégia montada para a extinção do sinistro.

c. A não necessidade de transferência do conteúdo, pois se tal tivesse ocorrido, as chamas internas teriam se encarregado de comprometer a estrutura do tanque, orçado em US$ 900,000.00 (novecentos mil dólares) pelo presidente da Petrobrás, Sr. Joel Rennó, em entrevista à Radiobrás em 09/01 /93.

d. Foram recuperados 11.000.000 (onze milhões) de litros de óleo diesel refinado, representando urn total de US$ 3,500,000.00 (três milhões a quinhentos mil dólares), segundo a mesma fonte.

e. O tempo de parada, por motivos de segurança, ficou reduzido ao mínimo, proporcionando pelo menos a economia de 2 (dois) dias inteiros de produção de toda a refinaria.

f. Os canhões portáteis utilizados nesta operação se mostraram muito mais versáteis que os rebocáveis, hoje existentes, permitindo o avanço praticamente instantâneo ao interior do dique, sendo que os rebocáveis necessitaram de guindaste para auxiliá los nesta façanha.

Curta essa página
Comentários
4 Comentários
  1. Daniela Rosa

    Lembro me bem desse dia, eu tinha 14 anos, e chorava muito pois meu pai era vigilante na petrobras nessa epoca e tinha trabalhado a noite, nao tinhamos noticias, nao havia celulares nasuela epoca e de onde moravamos podia-escutar o barulho das chamas, gracas a Deus td deu certo….foi muito bonito o empenho da equipe, parabens….e muito obrigada

    Responder
  2. Daniel

    Em cenários desta magnitude sempre há fatores modificantes que dificultas as ações de combate. Era por volta das 03h:20m, chuva e vento forte, raios etc…. A intensidade da chuva era tanta que diluía a espuma aplicada, mesmo com dosagem superior ao previsto. O fogo tomava conta de toda superfície do tanque, de toda sua bacia e parte da bacia de dois tanques vizinhos, com área total de 6,000 m². O combate na parte interna da bacia, onde o fogo era mais intenso, o acesso só era possível pela parte interna da quadra onde tínhamos que percorrer longo caminho no escuro com as linhas de ataque, sobre dique alagado com água, pulando tubulações etc… Pena que não havia filmadoras para registrar as primeiras ações.

    Responder
  3. Gilson Rogerio

    Nesse dia eu estava na cidade de Cosmópolis, 10 km de distância, ao lado de Paulínia e era visível as chamas desse tanque, foi uma luta boa para os combatentes.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *