Quer instalar equipamentos de prevenção de incêndio na sua empresa, mas não sabe qual? Te ajudamos

26 jan
Categorias: Notícias

pexels-photo-221537

Os equipamentos de prevenção de incêndio são de extrema importância para empresas de pequeno a grande porte. A instalação das ferramentas é obrigatória por lei e os materiais devem funcionar legalmente, conforme o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiro (AVCB) e alvará.

Antes de inserir os sistemas de prevenção de incêndios no estabelecimento, é necessário elaborar um projeto, junto ao corpo de bombeiros, pontuando riscos da ocupação e equipamentos ideais para fornecer segurança aos colaboradores. Diante disso, a contratação de uma empresa experiente no mercado, irá resultar em trabalhos seguros e atuação séria.

Principais equipamentos de inspeção de incêndio

No entanto, o segredo para o bom desempenho e a dica para a escolha ideal dos equipamentos, está na estrutura do local, bem como espaços em térreos ou prédios, além da instalação do sistema de prevenção, feita por uma empresa com credibilidade no mercado.

O setor disponibiliza uma variedade de equipamentos contra incêndios, os quais contam especificações para combater o fogo, agir em ambientes de grandes dimensões, não danificar móveis e demais objetos do local.Dentre as opções mais buscadas no mercado estão os abrigos contra incêndio, os quais fornecem proteção, por meio de hidrante de água e mangueira.

Itens obrigatórios

O projeto de combate a incêndio deve contar com extintores de incêndio, apresentar um espaço para executar a casa de bombas, bem como implantar sistemas hidráulicos e elétricos.A escolha dos sistemas também deve compor equipamentos como a instalação de componentes hidráulicos, que são acessórios utilizados para conduzir água até os equipamentos, usados no trabalho de combate a incêndio.

Outro material essencial, nos sistemas de combate a incêndio, são as mangueiras em pontos estratégicos, usadas por bombeiros, as quais estão disponíveis no tipo I, II, III, IV e V, para áreas empresarias o modelo IV é o mais recomendado, pois tem maior desempenho em setores industriais.

A sinalização de rota de fuga deve ser planejada para que os frequentadores identifiquem os equipamentos existentes no local. O projeto de sistemas de inspeção de chamas ainda deve apresentar iluminação de emergência, para atuar em casos de necessidade da evacuação de pessoas do local nos momentos de emergência ou simplesmente, numa queda de energia.

A porta corta fogo, também deve estar presente no projeto de combate a incêndio, sendo comum em escadas, ideais para ocasionar o rompimento das chamas. A composição do sistema pode apresentar sprinklers, que atuam na propagação do fogo num edifício, pela contínua descarga de água, diretamente sobre o material em combustão e nos sistemas de alarmes e detectores de fumaça.

Além de um projeto bem elaborado, o comerciante necessita de uma equipe técnica para orientar sobre o melhor local de instalação, composição e sinalização dos equipamentos. Este e demais serviços de sistemas de incêndio estão disponíveis na Gifel, com equipe e materiais de alto desempenho.

 

Curta essa página

Faça um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>